Base de dados integradas na gestão

/

Uma vez que o BIM pode ser encarado como uma base de dados integrada, é então possível que este abranja uma quantidade vasta de informação relativa ao projeto, desde materiais usados e as suas quantidades, contactos de fornecedores, datas de instalação, custos, etc.
Isto significa que o BIM é uma poderosa ferramenta que simplifica o processo de recolha e armazenamento de informação de um projeto uma vez que pode ser usado como uma fonte única de trabalho para todo o tipo de dados, fases e especialidades.
É neste âmbito que surge a união entre o BIM e a gestão de edifícios (Facility Management), pois este último beneficia muito com o acesso a esta vasta informação, uma vez que é importante reuni-la a montante da fase de entrega do empreendimento para se proceder a uma correta Consciencialização e uso do BIM gestão.
Seguindo o processo tradicional, onde só no final é reunida a informação necessária, implica um método dispendioso de trabalho uma vez que a maior parte dela terá de ser recriada de uma já anteriormente produzida.
A importância da gestão de um empreendimento e dos seus ativos integrados tem vindo a ser compreendida pelos clientes que cada vez mais apostam na implementação de ferramentas tecnológicas dedicadas à gestão para assim conseguirem reduzir os custos inerentes à fase de operação do seu empreendimento.

comentários

comente

/
/
/
/